Hey, Yuuko!
Geek Reflexões & Opiniões

Leia e a Força Que Todas Espelhamos Ter

Lembro-me como se fosse ontem quando meu pai me colocava no colo junto com minha irmã para assistir nos domingos toda a saga de Star Wars. Momentos memoráveis e inesquecíveis quando tinha os bons tempos em que imergia no universo junto com minha família (minha mãe nunca foi muito fã de ficção científica, mas garantia a pipoca para esse nosso momento.) onde, após assistir, pegava lençóis brancos e me enrolava com eles, prendendo com o cinto da minha mãe para ser ela. O cabelo ficava em um tufo bem estranho, já que era uma criança na faixa dos 8 a 10 anos, mas que garantia o que conheceríamos hoje como “cospobre” digno. O cabo de uma pazinha era minha lightsaber, porque era daquelas crianças que não entendia muito bem o porque que ela não lutava com as “espadinhas de luz”.960

Carrie deu vida a princesa Leia Organa, uma das maiores líderes da Aliança Rebelde, destemida no campo de batalha e dedicada a acabar com a tirania do Império. Com uma força inabalável empunhando sua Pistola Blaster abatendo diversos Stormtroopers, se tornou um dos diversos ícones que permeiam o meu crescimento. A mulher que enfrentou Darth Vader, Moff, Jabba, aturou ( e resgatou) Han Solo e tantos outros acontecimentos marcariam toda uma era quebrando o esteriótipo de donzelas em perigos dos filmes de época,  sendo extremamente participativa e com atitudes dignas de protagonismo louváveis em todos os eventos importantes de toda a saga até o último filme. É além do que a apelação que foi  a “slave Leia”, um senso um tanto desonesto e desnecessário ainda mais com a força, a imagem e o que ela representa – ao menos honrou-se sua imagem forte e independente, o que alivia o coração daquela menininha que assistia e torcia por ela.

open-uri20150608-27674-174o8ar_135b34f1Um exemplo de humana, de mãe, de lutadora, representando o quanto sonhamos e o quanto corremos atrás em um longo e árduo trajeto. Não são muitas as mulheres que aguentam pressões e situações horríveis e conseguirem sair ilesas. E esse o maior trunfo de Leia. Em uma história em que o protagonismo todo é o irmão dela, sua presença e sua importância, além da atuação da nossa Carrie, é o marco de toda a Saga.

15676012_1588033224545546_8235459902988608903_o

Tento escrever com clareza um pouco do que ela representou para mim, porém é difícil tamanha dor que sinto com isso tudo. Peço desculpas por isso.
Leia, que sempre foi ícone de uma nova esperança para os meus dias doloridos e sofridos. E que sempre será.

“Death is a natural part of life. Rejoice for those around you who transform into the Force. Attachment leads to jealousy, the shadow of greed that is.” Mestre Yoda

Yuuko Kitsune

Yuuko Kitsune é uma elfa paladina viciada em comida japonesa. Amante de diversas culturas antigas e entusiasta da cultura pop, em especial a oriental. Dentre Quadrinhos, Livros e Desenhos, é uma bem chata em suas escolhas pessoais no que envolve jogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *