Hey, Yuuko!
Quadrinhos

Entendendo a divisão dos gêneros de mangá de forma simples

Venho há algum tempo tentando reintroduzir tudo que já produzi nos anos em que escrevi  cultura oriental tanto tradicional como pop. Então, para iniciar novamente essa caminhada, agora dentro do #heyuuko, venho auxiliar vocês a compreenderem um pouco a classificação dos quadrinhos japoneses, conhecidos como Mangá. Sem textos enormes, tento ser a mais objetiva possível para esclarecer aqueles que se perdem quando buscam gêneros ou gostos que lhe agradam mas não sabem qual definição é.

Shoujo

2-20-21

São mais voltados para as adolescentes, tratando temas do início da puberdade muita das vezes. Quase sempre é ambientada no colegial, voltada ao romantismo tocando temas como o primeiro amor, o primeiro beijo, a transição de criança para ~mocinha~, entre outros ritos que nos levam a vida adulta. São singelas e normalmente acabam adotando fãs de outros gêneros. Os traços da arte são leves e finos com nuances agradáveis de se ver por ser artes consideradas limpas, ou seja, sem muitos elementos que poluem o visual do quadrinho. Há também ação, conhecidos como “Mahou Shoujo” porém o carro chefe são os focados em romance.

Podemos citar obras famosas do gênero: Sailor Moon, Fruits Basket e Kimi ni Todoke.

Shounen

ded4e24db1877683e31719135a42b38e

Pancadaria, lição de vida e tudo o que interessa aos garotos adolescentes que estão explodindo de hormônios definem o gênero Shounen. Grande parte segue a receita chamada “Jornada do Herói”, bem conhecida para quem é gamer e está lendo essa matéria, com histórias de algum rapaz que não tinha valor algum, inerte e sem intenções de mudar de vida, mas dá aquele estalo e vai em busca de seu sonho ou objetivo de vida com aventuras ou acontecimentos fantásticas. Muitos “shounens” fogem a regra e podem ter romance ou apenas ser pura comédia e podemos citar vários famosos como Saint Seiya, Dragon Ball, Naruto, D. Gray Man, Hunter x Hunter, etc.

Seinen

sunkenrock1

Gênero pouco conhecido, porém amplamente confundido com shounen, Seinen é voltado ao público de mais idade, com conflitos mais pesados, histórias menos fantasiosas e sem a “Jornada do Herói” envolvida: a “realidade” é o que impera. Pode ser que pela seriedade e pela gama de assuntos que tem liberdade de ser ditas, acabe sendo o elemento surpresa, cenas sexuais, o que pode ser bom ou ruim.

O que não se limita são os subgêneros que podem ser: romance, sci-fi (que é a área mais ampla do Seinen), dramas, terror, entre outros. Podemos classificar mangás como OnePunch Man, Tokyo Ghoul, Ah! Megami-Sama!, Elfen Lied, etc.

Josei

 couple_gy

Seria a versão madura do shoujo, assim como Seinen é para com Shounen. Todos os encantos são deixados um pouco de lado e a realidade das mulheres são retratadas, no seu dia-a-dia, na sua vida sexual, na sua maturidade ao contrário de toda a delicadeza e sutileza que o Shoujo trás. Normalmente são adaptadas para j-dramas (seriados ou novelas japonesas, como preferir) e são poucos os animes desse gênero. Podemos citar alguns como Paradise Kiss, Honey and Clover, Gokusen, Mitchiko e Hatchin (este último farei vídeo falando sobre), etc. No Brasil ficou conhecido por conta de NaNa, porém não lembro ao certo se ela se encaixa no Josei de fato.

Yaoi/Yuri

8f32cf9a6a51ae7cf1777387878fc4a9a678e796_hq

Quadrinhos japoneses que tratam das relações homossexuais entre homens (Yaoi) e mulheres (Yuri). Em grande parte, o público leitor são garotas e tem um nome um tanto “pejorativo” para os japoneses, chamado Fujoshi, que significa “moça estragada”.  Assim como o termo “Otaku”, no ocidente se tornou muito comum para identificar fãs dos gêneros.

Esse gênero tem pegadas mais “quentes” formados por terminações que você já deve ter ouvido falar de uma fujoshi: Seme e Uke. Respectivamente significa ativo e passivo. Semes normalmente são aqueles mais altos, mais robustos e mais possessivos com um toque de proteção. Uke já complementa, sendo mais franzinos, mais delicados, mais sentimentais. Além disso, possuem diversas classificações internas, mas como não sou fã do gênero, não explicarei. Mangás de sucesso: Gravitation, No.6, Papa to Kiss in the Dark, Maiden Rose, etc.

Kodomo

Doraemon_Plus_v01_108-109

O gênero que mais agrada a todos e é voltado para as crianças com lições valiosas em sua formação como respeitar os mais idosos, preservar as boas amizades, valorizar os estudos, entre outros. Com enredos simples e fáceis de se entender, são consumidos pelos pequenos e seus pais ficam bem tranquilos quanto a isto. Podemos dizer como exemplos Doraemon, Hamtaro, entre outros.

Ecchi

witch-craft-works-3537519

Amplamente conhecido quase por osmose, é uma prévia do Hentai, onde você encontra mulheres seminuas – e homens também – entrando nas mais vergonhosas situações como tocar nas partes íntimas, biquinis sendo tirados em uma sauna, etc O público alvo é masculino e heterossexual, justamente mostrando as protagonistas apenas de calcinha, sem roupas, entre outras características. Os enredos são amplamente fracos e falhos, pois o foco é o fanservice puro para aqueles que buscam ~saliências~.  Quando há história, justamente é massivo o que há de ecchi como mencionei, uns leves e ingênuos, outros fortes e grotescos, para que consiga vendas sendo que a própria história já tem potencial e não precisaria apelar, como Nanatzu no Taizai, Zero no Tsukaima, entre outros.

Hentai

Smut

Quadrinhos pornográficos japoneses. Enquanto Ecchi tem censura e focos nas situações,  no Hentai é sexo livre com roteiros clichês que levam ao casal fazer sexo por diversas páginas, nas mais diversas posições  e nos mais diversos ângulos.  Há controvérsias se o gênero é realmente pornografia ou arte erótica, mas particularmente não vejo como “arte” a forma e o tipo de gênero  tratado. Assim como Yuri/Yaoi, existem diversas classificações nos gêneros como Shotacon (crianças ou adolescentes meninos), Lolicon (crianças ou adolescentes meninas, Futanari (Hermafroditas), entre outros. Alguns mangás do gênero: Bible Black, Futari Ecchi, entre outros.

 Devemos lembrar que há uma gama de classificações e gêneros, porém esses são os principais tanto no mercado asiático quanto no ocidental. Agora diga para nós: qual é seu gênero favorito?

 

 

Yuuko Kitsune

Yuuko Kitsune é uma elfa paladina viciada em comida japonesa. Amante de diversas culturas antigas e entusiasta da cultura pop, em especial a oriental. Dentre Quadrinhos, Livros e Desenhos, é uma bem chata em suas escolhas pessoais no que envolve jogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *