Hey, Yuuko!
Animações Quadrinhos

X – Carregado de Emoção e Ação!

O “dia prometido”, aquele dia em que a humanidade enfrenta a extinção, está prestes a acontecer.
Os sete membros dos Dragões do Céu, os defensores da humanidade, devem derrotar os sete dos Dragões da Terra, a fim de salvar seu mundo. A chave final necessária para salvar a humanidade está nas mãos de Shiro Kamui. Se ele escolhe tornar-se um Dragão do Céu, ele pode lutar pela existência contínua de “mandkind”, mas se ele escolhe ser um Dragão da Terra, toda a humanidade será destruída.

Mythology

Talvez seja apenas eu, mas me sinto um tanto confusa, apesar de ser grande apreciadora das obras da CLAMP – o que adoro enfatizar pois elas são incríveis. O anime/mangá levanta algumas perguntas elevadas sobre a justificação da existência, do destino e do amor humano, mas a maioria das “respostas” fornecidas são um pouco “vazias”. A “série” apela quase exclusivamente à emoção e basicamente ignora a razão em alguns pontos. No final, há uns que consideram que a série se resume a  uma novela mexicana regada de ação no maior estilo armageddon que é bordado por elas e pela Madhouse Studios.

754122
“Por que os seres humanos continuam a existir?”, Pergunta um dos antagonistas. Uma resposta apropriada teria sido: “Por que você quer destruir a humanidade em primeiro lugar?”  Porque, pelo que posso dizer, a maioria dos antagonistas está tentando destruir o mundo por puro tédio . A resposta que é dada finalmente pelo protagonista é, “porque a morte fará outras pessoas tristes.” Carregado emocionalmente e emitido uma certa expressividade, este argumento parece perfeitamente razoável até que se comece a querer saber como qualquer um pode lamentar se tudo não vai bem. Isto serve como o principal problema de X: O anime/mangá depende muito da retórica pesada e emocional e muitas vezes não consegue explicar adequadamente por que algo ocorre. Os personagens são bem desenvolvidos, e muitos dos catorze personagens principais obtem um tempo de tela significativo, mas muito pouco do desenvolvimento é verdadeiramente sincero. 

6ec9cf592d2218ab3244cf331202ef1b
CLAMP tem uma tendência a fazer shonen como se fossem shoujo. X não é exceção e isso não é tão pecaminoso, aliás nada se tem contra essa maneira ( Chobits é um Shonen maravilhoso, diga-se de passagem). Porém este anime serve como uma ação salpicada de palestras sobre amor e destino. Com Madhouse junto ajudando, a série tem altos valores estéticos. Com quantidades enormes de desenvolvimento de caráter e algumas cenas de luta decente, o show provavelmente teria sido melhor se não tentasse complicar tanto as coisas de forma exagerada com questões simples, que no final se tornaram um pouco confusas ao meu ver.

X é um daqueles shows que agarra você pelos ombros e diz: “deixe-me contar a minha história de vida”. O problema é que a história final não é tão boa assim. Independentemente disso, não é algo que mereça ser descartado e não recomendado. Ele está na minha lista dos que irei rever/ler e quem sabe eu não entenda o âmago da questão, certo?

Yuuko Kitsune

Yuuko Kitsune é uma elfa paladina viciada em comida japonesa. Amante de diversas culturas antigas e entusiasta da cultura pop, em especial a oriental. Dentre Quadrinhos, Livros e Desenhos, é uma bem chata em suas escolhas pessoais no que envolve jogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *