Hey, Yuuko!
Cultura Eventos overwatch Reflexões & Opiniões

Conhecendo a grandeza do primeiro Ecopoint Brazil

Seja o herói que precisamos ser!

Conhecendo a grandeza do primeiro Ecopoint Brazil
Saudações a Todos,

No dia 21/01, aconteceu um evento em Sorocaba-SP que pode ser um marco na comunidade Blizzard: o Ecopoint Brazil. Se você acompanha a história de Overwatch, sabe muito bem o que esse nome significa. E, para explicar melhor do que o evento se trata e do potencial de grandeza que ele possui, conversei com Vitor Silveira (RavnusLock), um dos organizadores. Confira as palavras dele na íntegra com bastante história, detalhe e emoção:

Primeiramente, os ecopontos dentro do mundo de Overwatch são formados por grupos de cientistas que monitoram as mudanças climáticas no mundo. Como não temos todo esse “PODER”, precisávamos de algo que fosse simbólico, causasse um impacto e mobilizasse a comunidade [do Overwatch, de início],  mas no futuro vai ser aberto a todos os jogadores. Para dar certo, temos que todos estar juntos. O Ecoponto Brasil é isso, pessoas se unindo por algo melhor para o futuro! Tendo a consciência de que não preciso ter superpoderes ou alta tecnologia para salvar o mundo. Podemos ser heróis dando pequenos passos.

Muito se comenta sobre a Toxidez em jogos eletrônicos e que é claro que não é só nos jogos virtuais que esse problema existe: o mundo do futebol, por exemplo, está repleto de pessoas sendo tóxicas que acabam fisicamente brigando em estádios e prejudicando belos espetáculos. E, após refletir muito sobre “de qual maneira podemos resolver ou, pelo menos, diminuir esse problema que afeta tanto nossa comunidade dos gamers”, cheguei à conclusão de que, não temos contato, ou se temos, é tão pouco. Sim, podemos jogar todos os dias juntos, à distância, mas estar do lado, conviver, é outra coisa.

A ideia de você sentar do lado de uma pessoa que você só conhece à distância, cavar um buraco, com a mão na terra, e plantar a semente para o futuro, debaixo de sol quente, você se esforçando de verdade, tem o poder de criar laços e memórias positivas que dificilmente vão se quebrar. Sentar para comer do lado de todo mundo cansado e suado, vendo o olhar de “trabalho concluído com sucesso” não tem preço.

Sim, encontrar o pessoal em eventos como a E3 e passar 30 minutos caminhando e batendo papo é bacana, mas não é o suficiente. Quem sabe, com essa iniciativa, façamos mais pessoas trabalharem literalmente juntas e se conhecerem melhor, adultos e crianças. Ao invés de ficarmos nos bloqueando ingame por um singelo momento (uma partida de 15 minutos) onde que, por algum motivo, pequeno que seja, rolou um comportamento desagradável que só veríamos dentro do jogo, nos impedindo de criar laços com essas pessoas, podemos mudar isso se trabalharmos juntos, como uma unidade.

O universo do Overwatch criado pela Blizzard criou o ambiente perfeito para juntar os dois mundos fisicamente misturando o lore do jogo. Eu sou apaixonado pela empresa desde a época que eles eram a Silicon & Sinapse, acredito ter jogado Todos os jogos desenvolvidos pela empresa desde o seu inicio, e sempre digo que a Blizzard não cria jogos apenas, eles criam universos. E foi a primeira vez que e senti que dava pra “arriscar” em tirar algo de dentro do lore do jogo e trazer pra vida real, que não haveria uma “quebra” da fantasia, pois o mundo de Overwatch, apesar de sua alta tecnologia e algumas habilidades sobrenaturais, acaba abordando problemas reais e não só isso: ele tambem abriu um leque de personagens para QUALQUER pessoa se identificar.

E quando saiu o curta animado “Rise and Shine”, que conta um pouco do backstory da personagem Mei, fiquei tão tocado com a delicadeza que é contada a história e a sua mensagem que me senti na obrigação de “aceitar o chamado do Winston” e responder. Até acabei fazendo um curta em live-action de eu recebendo o chamado e convocando os “agentes da overwatch” da vida real para o evento, para deixar tudo realmente bem conectado.

O evento chamou muita atenção e ganhou proporções nacionais e internacionais: ganhou destaque no subreddit de Overwatch, da página tailandesa do jogo no Facebook e inclusive ganhou uma matéria no jornal ESPN. Gostaria de participar também? Fique ligado nas novidades da página do evento no Facebook. Há previsão de edições no Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal e até mesmo no Reino Unido! O heyuuko apoia a iniciativa! 

E gostaria de deixar aqui, mais uma vez, um agradecimento ao RavnusLock por ter me disponibilizado esse maravilhoso texto. Sucesso ao evento e a todos nós :3

Você vai responder o chamado? Até a próxima! o/

cxgx

Sou um cara qualquer que gosta de bancar o observador do universo. Passo metade do tempo vivendo e a outra metade tentando entender o sentido da vida. Curto jogos, animes, pixelart, quebra-cabeças, sou aspirante a músico e acompanho o time do Flamengo nas horas vagas. Estou sentindo o cheiro do hepta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *