Hey, Yuuko!
d3sc0ntr0l3 Games Reviews

RPG, Estratégia e Morte – Conheça os desafios de Fire Emblem

Saudações a Todos,

Volto à minha rotina fazendo um post sobre um jogo que vai te proporcionar combates desafiadores e muitas emoções (principalmente culpa!). Então, sem muita cerimônia, vamos ao que interessa:

Hora da Historinha

Fire Emblem é uma série de jogos de RPG tático da Nintendo famoso por seu alto nível de dificuldade, com personagens que morrem permanentemente e pouquíssimas oportunidades de grinding. A franquia era pouco conhecida no ocidente até que alguns protagonistas, Roy e Marth, apareceram no jogo de luta Super Smash Bros Melee (2001), para Game Cube, despertando a curiosidade dos jogadores sobre suas origens. Logo mais, Fire Emblem teve seu primeiro lançamento ocidental no Game Boy Advance e desde então sua popularidade por aqui só cresceu e acabou se tornando marca da empresa junto com Mario, Zelda, Donkey Kong, Star Fox, Kirby, Metroid, etc.

Os jogos mais recentes da franquia são Fire Emblem: Awakening (2013) e Fire Emblem: Fates (2016), ambos para Nintendo 3DS. Um terceiro jogo, Fire Emblem: Echoes, já teve sua estreia no Japão mês passado e tem previsão de chegar por aqui neste mês! Para quem não tem o portátil, Fire Emblem: Heroes está disponível para download grátis em smartphones e pode dar uma boa noção das mecânicas do jogo, que falarei a seguir:

Jogabilidade

Como foi dito anteriormente, Fire Emblem é um RPG tático: você tem seus personagens como peças em um tabuleiro e precisa cumprir diversas missões: derrotar todos os inimigos, derrotar apenas o chefe, proteger uma instalação, escapar ou sobreviver em X turnos, etc.

Seus personagens também possuem diversas classes e habilidades que influenciam nas suas taxas de crescimento de cada status: HP, Ataque, Magia, Destreza, Velocidade, Sorte, Defesa e Resistência. Por exemplo, Arqueiros possuem probabilidades maiores de ganharem 1 ponto de destreza e velocidade cada vez que ganham um level enquanto Cavalheiros têm maior chance de ganharem ataque e defesa, Lutadores ganham mais HP e ataque, Clérigos ganham mais sorte e resistência e por aí vai. Na melhor das hipóteses, o personagem ganha 1 ponto em todos os seus atributos; Na pior, ele ganha apenas 1 em um único.

Além das classes, outro aspecto que influencia na batalha é a arma empunhada por cada guerreiro pois existem triângulos de força entre espadas, lanças, machados, arcos, shurikens, tomos, etc., proporcionando aumento ou queda no hit rate e até mesmo no dano e na velocidade. Por fim, algumas armas ainda possuem vantagens gigantescas contra outras classes, como arcos que dão um dano considerável em classes voadoras ou machados e espadas especiais que dão dano extra em classes com muita armadura, etc.

Um terceiro fator importante é o posicionamento dos personagens. Aliados que estão lado a lado podem executar um ataque combinado, causando mais dano, ou bloquear ataques inimigos, não recebendo nenhum dano. Conforme os mesmos personagens vão atuando juntos mais vezes, seu entrosamento vai melhorando, aumentando as taxas de bloqueio e oferecendo maiores bônus de acerto, crítico, evasão, etc. Trabalho em equipe é importante!

Por fim, o que torna o jogo desafiador principalmente é a IA que sabe explorar suas fraquezas. Assim como você tem sua noção de armas efetivas contra determinados indivíduos, os npcs também usam a mesma inteligência para focar seus ataques nos personagens mais vulneráveis em vez de sair atacando arbitrariamente quem estiver por perto. Como o próprio jogo diz: cada decisão conta!

Jogos mais recentes contam com o modo Casual, onde aliados derrotados apenas “recuam” do campo de batalha e estarão disponíveis para combate nas missões seguintes. Mas você também pode jogar da maneira Clássica onde morreu? Morreu! Não tenha vergonha de jogar como achar melhor!

Conclusão

Fire Emblem é uma franquia com grande potencial com ótimas histórias e trilha sonora marcante e bem arranjada. Muitos ainda questionam sua curva de dificuldade que costuma ser irregular em alguns jogos, mas uma coisa é certa: é um banquete para quem está atrás de desafios!

Até a Próxima! o/

cxgx

Sou um cara qualquer que gosta de bancar o observador do universo. Passo metade do tempo vivendo e a outra metade tentando entender o sentido da vida. Curto jogos, animes, pixelart, quebra-cabeças, sou aspirante a músico e acompanho o time do Flamengo nas horas vagas. Estou sentindo o cheiro do hepta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *