Hey, Yuuko!
Sem categoria

Um ode à amizade

A cada dia devemos agradecer a Deus pelas amigas maravilhosas que nos cercam: sinceras, verdadeiras e que mesmo com diferenças se identificam de uma forma inexplicável contigo. Aquelas que cresceram contigo ou simplesmente parece que convivem anos-luz em pouco tempo. Aquelas que são cidadãs de bem, sinceras, íntegras, honestas com uma pitada de loucura que toda amiga possui. Aquelas que te disputam em uma partida de video-game, roubam sua pizza, te dão batatas fritas e palpitam sobre quem você está ficando apaixonada. As mesmas que juram mestrar rpg um dia, que fazem grupos de estudos exaustivos e ao mesmo tempo trocam figurinhas musicais. Sim, essas irmãs de consideração. 

Devemos agradecer a cada dia por estarem ao nosso lado, seja fisicamente ou virtualmente, durante todos esses longos anos que se passaram e os que ainda estão por vir. Devemos agradecer a cada minuto de nossas vidas, aproveitando todos os segundos como se fossem únicos. Devemos agradecer pela existência uma das outras ou uns dos outros, respectivamente.
Como todo mortal que somos nesse imenso planeta azul, nem sempre os caminhos que trilhamos nem sempre saem da forma que queremos com exatidão. Acontecimentos inesperados as vezes fazem com que o nosso nível de experiência nessa vida seja ainda maior a cada momento. Mas calma, respire e encare a vida pois mesmo que suas amigas estejam longe elas na verdade moram em um lugar muito importante: o seu coração, a sua alma.  Não há distância, não há local, não há empecilho ou intriga que nos separe das nossas amizades e principalmente não há tempo que tente ousar ou se atrever a tal feito. 
Brigas, críticas, discussões saudáveis fazem parte de qualquer relacionamento em que as pessoas se amam. A família é um exemplo disso, um amor verdadeiro (com teor sexual) também. Nunca seria diferente em relação a amizade. Ninguém deseja o mal para amigos e mesmo que a verdade ou o alerta venha a doer é como um puxão de orelha de mãe: um gesto de amor. Ouça com zelo, eles se importam com você.
Não é necessário um dia do ano, uma comemoração forjada do comércio, um momento de aniversário para celebrar as verdadeiras amizades. Você tem trezentos e sessenta e cinco (ou seis) anos para declarar, gritar, chorar, abraçar, lutar, esbravejar juntos a amizade. Que será eterna mesmo que passemos para o lado mais misterioso da vida: a morte. 
 
EEsmoticon h
Yuuko Kitsune

Yuuko Kitsune é uma elfa paladina viciada em comida japonesa. Amante de diversas culturas antigas e entusiasta da cultura pop, em especial a oriental. Dentre Quadrinhos, Livros e Desenhos, é uma bem chata em suas escolhas pessoais no que envolve jogos.

Comments

  1. Amizades sinceras, valem cada minuto da sua vida com esse(s) amigos(as), qualquer situação, dia e hora !! Muito Bom Yuuko !! Parabéns pelo texto, curti muito.

  2. Não poderia concordar mais, especialmente considerando que foi ano passado apenas que comecei a reunir amigas não-virtuais que me entendessem um pouco melhor e se importassem realmente comigo, nunca encontrei pessoas assim até essa altura, e portanto elas são bastante importantes para mim. No espaço de dois anos, ainda não consegui partilhar com elas muitos dos meus gostos otakus, literários ou assim – não posso simplesmente lavar-lhes a cabeça para começarem a gostar do que eu gosto – mesmo assim, elas convidam-me para estar com elas e sinto-me extremamente grata e especial perante essa atitude linda. Pode-se dizer que até agora eu sempre fui um bocado anti-social, mas não por querer. Acho que o ano passado foi o primeiro em que saí com amigas, e caraças, eu já tenho 17 anos. O que eu mais tenho são amizades virtuais, é através da blogosfera que conheço pessoas com gostos E ideais (algo que eu considero ainda mais importante) parecidos com os meus, mas aí tem o problema da distância, até porque eu sou de Portugal e as pessoas que mais estimo estão no brasil. Portanto concordo inteiramente quando você diz que não são necessários dias específicos para celebrar os nossos laços – de amizade, amor, família. Todos os dias devem ser aproveitados para isso, e sempre de uma maneira diferente. E adoro a forma como, muitas vezes, as diferenças e as discussões, após superadas, ainda tornam os relacionamentos mais fortes. O post foi lindo, haha, já estou quase comovida :3

  3. Quase suei pelos olhos! Foi lindo os seus posts. (Esse e sobre sua nova fase Yuuko-chan que chegue comentar!!)
    Keiko não conseguiu seguir o bloguinho da Yuuko pelo perfil do Blogger, mas se inscreveu pelo google +!!
    Gosto muito o jeito sincero que você escreve Yuuko!! ^_^

    Eu queria perguntar o que você quis dizer sobre trocar Links, eu não entendi. (Eu tenho uma dificuldade categórica em lógica, eu não entendo nada que não esteja muito explícito – Principalmente com Indiretas, eu realmente sou meia bobona e não enxergo elas, se algumas pessoas o fazem….Será que eu já recebi uma indireta eu não percebi? * Desvendando coisas filosóficas na própria mente*)

    Iiiih, olha eu fazendo um texto de novo!! Desculpe Yuuko-chan!!! E obrigado Yuuko-chan!!! (Yuuko significa Criança Doce né?? Escolheu um bom nome, reflete bastante a pessoa de quem você é!)

  4. Yooooo belezura!? o/ ~brotando aqui pela primeira vez~

    Bem, antes de começar a comentar o post, estou impressionada com a quantidade de "Beatriz" que encontro por aqui! Até então, eu me sentia a única Beatriz do mundo, mas agora com você já são três pessoas chamadas Beatriz que eu conheço /o

    Enfim, sobre o post……..CONCORDO COM TUDINHO! Eu possuo uma dificuldade enorme em fazer amizades, entretanto tive a enorme sorte de conseguir fazer boas amigas, aliás, já tenho uma amizade que possui seus DEZ anos de vida O/. Conheço essa minha amiga desde a quarta série, e mesmo depois de anos ainda nos falamos e nos reunimos para colocar as fofocas em dia XD

    Mesmo que eu não fale muito com as minhas amigas sobre otakices, mesmo que os meus gostos e os delas sejam completamente diferentes, ainda assim nos damos super bem e adoramos a companhia umas das outras.

    Eu sempre fui meio tímida, portanto tenho poucas amizades e consequentemente pouco saí de casa junto com amigas, entretanto aos pouquinhos fui conseguindo fazer boas amizades e agora sempre quando dá, acabo saindo com essas amigas ^^

    Realmente, quando a amizade é realmente verdadeira, mesmo após anos ela ainda permanece viva, mesmo estando longe, ou não tendo muito tempo para sair, mesmo com os nossos problemas pessoais e correrias do dia a dia, ainda assim uma vez que a amizade seja sincera e verdadeira ela irá durar a eternidade! Eu confesso que sou do tipo que não demonstra muito os sentimentos, devido a timidez. No entanto, agradeço imensamente as amizades que consegui fazer durante esses anos. Sinceramente, quando me mudei de cidade, pensei que eu nunca conseguiria fazer algum amigo, mas quando eu me dei por conta já estava formando grandes amizades que espero que continuem durando ^^ E fui mais surpreendida ainda quando consegui fazer uma enorme amizade aqui na blogosfera! Nunca que na minha vida eu iria sonhar que faria uma grande amiga pela internet! XD Enfim, é como você disse: Só temos que agradecer apor termos essas pessoas e laços <3

    Vou ficando por aqui
    Kiss

  5. Oi! Lindo esse texto ^^ Amizades verdadeiras fazem a vida valer a pena ^^

    Bom ver que você está de volta.

    Nostalgia é uma coisa curiosa, eu sinto muita falta daqueles tempos iniciais de blogueira, mas sei que o meu cantinho cresceu muito. Eu cresci muito também, faculdade tem esse efeito nas pessoas XD A vida vai indo, lutando pelo que é importante pra mim, tentando entrar no mestrado, procurando emprego e seguindo em frente ^^

    Passarei por aqui mais vezes pra visitar, mesmo que eu esqueça de olhar algumas vezes.
    Beijos!

  6. Muito obrigada :D. Sim, isso é verdade.
    Seja sempre bem-vindo e volte sempre?

  7. Em questão de "anti-social" posso dizer que também passei pelo mesmo , já que meu gosto por me isolar sempre foi grande. Nem tudo o que curto elas também curtem mas os gostos em comum nós brindamos e muito mesmo. Fazia cinco anos que não as via e passei por turbulências absurdas e elas também e hoje me sinto como tivesse reencontrado meu equilibrio. Também cultivo minhas amizades virtuais e mantenho contato com alguns já que sumiram do mundo blogueiro e na época facebook nem era cogitado. As vezes consigo achá-los. Uma das que eu mais sinto falta é a Sohee, que nunca mais achei por exemplo.
    Hhaha, obrigada. Fiz esse post com muitos ciscos nos olhos :3

  8. Ounnnt vem cá , me dá um abraço! (vou ver seus outros comentários ainda 🙂 )
    Obrigada, fico muito feliz em saber que minhas reflexões tocam as pessoas :3
    Trocar links pelo que to vendo hoje em dia parece se referir a "Aliados, afiliados", coisas do tipo onde eu coloco o link do seu blog ou plaquinha (button) e você coloca o meu . Se bem que eu ainda não terminei meu button /hum
    Passamos pelo mesmo, ainda mais indiretas. Nunca consigo pescar elas, mas quando alguém manda uma indireta direta, vish .

    O significado de Yuuko é um tanto controverso, nunca conseguir achar o real e puro significado mas norteia entre criança doce, leal, mulher amável, misteriosa , tudo junto. Porém nessa vertente . o Kitsune é pelas lendas das kitsunes no qual eu sou apaixonada <3 Ah mitologia oriental <3
    Obrigada pela visita 😀
    Assim que eu terminar o post novo retornarei a sua :3 <3

  9. Olááá o/

    De fato me senti assim até ter 4 Beatrizes na minha sala na época da escola. Naquele dia parece que meu Império imaginário caiu também e senti o sofrimento de meninas que tinham o nome de Ana "Ana isso, Ana aquilo" na chamada. xD

    Também tenho essa vibe tímida desde pequena, tanto que até hoje eu não tenho um grupo definido na faculdade como muitos. Me sinto uma ~cigana~, uma nômade que muda de lugar em lugar e convive um pouco com cada um. Ainda não sei como eu fui eleita representante de turma. Provavelmente porque quando eu me enfezava com a faculdade eu ia diretamente resolver as coisas. Como faço faculdade de Comunicação eu tento forçar para que a timidez não ocorra, mais por treino dos professores comigo, porém ainda é muito difícil.

    Uma coisa temos em comum: Aqui na internet, exclusivamente na blogosfera temos uma facilidade de nos relacionar e de soltarmos o nosso interior de uma forma pura e sincera. Tem quem passe por isso com vlog ou com blog, não importa, o resultado é sempre o mesmo. E o melhor de tudo é que tem pessoas que passam o mesmo que nós e que gostam de coisas como nós, fazendo com que isso flua de forma incrível. 🙂

    Minha amizade com minhas 3 amigas é de 15 anos aproximadamente, então toca aqui o/o porque isso é delicioso. E mesmo que duas delas foram viajar um tempão e voltaram, parecia que foi ontem que comíamos em volta da mesa empadas falando dos desvaneios da vida ou dos livros que a gente leu. Me sinto extremamente feliz 😀

    Assim que eu terminar m eu post aqui vou dar uma passadinha e ver suas novidades <3 (ps, to em um notebook agora com cólica sofrendo, então desculpa se tiver erros de português estranhos. SÃO OS ALIENS! O.O hahaha ) <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *